quarta-feira, 29 de abril de 2015

Nova casa

Após seis anos neste endereço, o blog tem casa nova. Com um visual moderno e simples, as análises, informações e opiniões estarão disponíveis no futebolmaranhao.com.br. Aos leitores fieis deste espaço, a página seguirá no ar, mas os novos textos serão postados no novo endereço. Continuem acompanhado.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Radar da B: zebras assolam os times da Série B nos regionais

A semana foi de zebras passando pelos times da Série B. Bahia e Paraná foram as principais vítimas. O Tricolor baiano perdeu o primeiro jogo da final por 3 a 0 diante do Vitória da Conquista e o time paranista foi eliminado da Copa do Brasil, pelo Jacuipense, o que resultou até na demissão do técnico Luciano Gusso.

Além disso, no Ceará, o Vozão perdeu o primeiro jogo da decisão do Estadual diante do Fortaleza. No Pará, o Paysandu, depois de ser eliminado na Copa Verde, voltou a perder do Remo, desta vez na decisão do segundo turno do paraense.

ÃBC
Campeão do segundo turno do Potiguar, o ABC fechou a campanha com sete vitórias e 100% de aproveitamento. Destaque para a marca, que começou após a chegada do técnico Josué Teixeira.

No mercado, após a chegada do volante Ronaldo Mendes, foram confirmadas as contratações do zagueiro Maurício, de 23 anos, que disputou quatro jogos pelo Cascavel, e do volante Dedé, de 27 anos, liberado pela Ponte Preta. Outro reforço é o lateral-direito Igor Julião, de 20 anos, emprestado pelo Fluminense.

América-MG
Após as chegadas dos meias Tony e Marcelo Toscano, o Coelho segue reforçando o setor ofensivo. O atacante Willie, de 22 anos, foi liberado pelo Vitória e chega ao clube mineiro sem custos, onde ficará até o fim do ano. Quem também está próximo de um acerto é o lateral-direito Walber, que disputou o Campeonato Potiguar pelo América-RN.

A diretoria ainda busca mais opções para o ataque e os principais nomes são Cristiano, autor de cinco gols pela Caldense, e Bruno Campos, que marcou um gol em oito jogos pelo Botafogo-SP. A tendência é que somente um destes tenha a contratação fechada pelo clube.

Atlético-GO
Antes da estreia na Copa do Brasil, o time do técnico Marcelo Martellote terá pela frente o confronto contra o Coruripe nesta quarta-feira. No primeiro jogo empate em 1 a 1 e agora o Dragão precisa vencer ou empatar sem gols para avançar na competição.

No mercado, a novidade foi o acerto para o retorno do goleiro Weverton, de 27 anos, que disputou o Campeonato Goiano pelo Trindade. Anteriormente, o arqueiro defendeu o clube em 2012 e 2013.

Bahia
De forma surpreendente, o Bahia perdeu por 3 a 0 para o Vitória da Conquista na primeira partida da decisão do Baiano. Para ficar com o título, a equipe de Sérgio Soares terá que vencer o jogo de volta por pelo menos três gols de diferença.

Entretanto, antes da decisão Estadual, o Tricolor volta as atenções para a Copa do Nordeste. No primeiro jogo derrota diante do Ceará por 1 a 0 e precisará da vitória na Arena Castelão para conquistar o título.

Boa Esporte
Uma das novidades do Boa será o meia-atacante Danilo Neves, de 22 anos, que estava na Ponte Preta. Sem entrar em campo pela Macaca, o jogador tentará conquistar um lugar no elenco da equipe de Varginha. Em 2014, Danilo foi titular na Série C, defendendo o Guaratinguetá.

Botafogo
A semana foi turbulenta em General Severiano. Tudo começou na sexta-feira após a Fifa anunciar a suspensão de Jobson por quatro anos. A punição foi aplicada pois o atacante é acusado de ter se negado a realizado um exame antidoping, quando estava no Al Ittihad.

Além disso, no primeiro jogo da final do Carioca, o Vasco venceu por 1 a 0, com um gol marcado nos instantes finais do jogo. Para melhorar a fase, o Alvinegro encara o Capivariano na segunda fase da Copa do Brasil.

Bragantino
Osmar Loss estreou no comando do Massa Bruta e viu o time ser atropelado pelo Criciúma no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. O Tigre venceu por 3 a 0 e eliminou o Braga da competição.

Focado somente na Série B, o time já se reforça com atletas da base emprestados pelo Corinthians. O primeiro novato foi o zagueiro Pedro Henrique, de 19 anos, e agora o meia Zé Paulo, de 21 anos, deve se apresentar ao time do interior paulista.

Ceará
Em busca de mais um título do Campeonato Cearense, o Vozão perdeu o primeiro jogo por 2 a 1, na Arena Castelão. O alvinegro viu o Fortaleza abrir 2 a 0, com gols de Genilson e Everton, mas Magno Alves descontou e garantiu ao time a necessidade de uma vitória simples para ser campeão.

Antes do confronto de volta, o Ceará terá pela frente o Bahia, na segunda partida da decisão da Copa do Nordeste. No primeiro jogo, vitória alencarina por 1 a 0 na Fonte Nova.

CRB
O Galo venceu o primeiro jogo da semifinal alagoana por 2 a 0 e inverteu a vantagem do ASA. Fernando e Maxwell garantiram a vitória do alvirrubro, que pode perder por um gol de diferença para ser finalista do Estadual.

Criciúma
Após a vitória por 3 a 0 diante do Bragantino, na estreia de Moacir Junior, todas as atenções são voltadas para o início da Série B. Entre os reforços para a competição, destaque para a chegada de Neto Baiano, que na última semana foi dispensado do Vitória.

Luverdense
Após perder no tempo normal por 2 a 1, o Luverdense foi derrotado nos pênaltis por 5 a 4 e eliminado nas semifinais do Campeonato Mato-Grossense. Além disso, o zagueiro Zé Roberto fez seu último jogo com a camisa do LEC e irá defender o Paraná na Série B.

No mercado, o destaque foi a chegada do atacante Lucas Fernandes, de 21 anos, que disputou o Campeonato Carioca pelo Bonsucesso. Anteriormente o Luverndese já havia anunciado as contratações os meias Deyvid Sacconi, Diego Rosa e Adriano da Matta, o lateral-esquerdo Paulinho, o atacante Tozin, o zagueiro Everton e o lateral-direito Diogo.

Macaé
Um dos clubes mais ativos no mercado, o Alvianil Praiano acertou com o lateral-direito Henrique, que estava mantendo a forma no Tupi. A esperança é que o jogador seja a solução para o setor, que ficou carente desde a saída de Daniel Damião para o Sampaio.

Além disso, a negociação com o atacante Leadrão parece ficar distante. Após uma semana, as partes ainda não chegaram a um acerto e a diretoria deve buscar um novo alvo.

Mogi Mirim
O Sapão segue sua preparação sob o comando do técnico Edinho. Durante a semana a principal novidade foi a presença do presidente Rivaldo treinado com o elenco. A única contratação até o momento foi o atacante Junior Juazeiro, que estava no Serra Talhada.

Náutico
Após a chegada do volante Marino e do meia Hiltinho, outros reforços já foram confirmados pelo Náutico. O zagueiro Fabiano Eller e o volante William Magrão, que estavam no Red Bull, além do meia Rogeinho e o atacante, Douglas do Juventude já estão fechados com o Timbu.

Destes, apenas o volante William Magrão nunca trabalhou com Lisca. Rogerinho e Douglas chegam após se destacarem no Juventude no Gauchão, respectivamente com dois e três gols marcados. Quem também retorna ao time é zagueiro Ronaldo Alves, que estava no Avaí.

Oeste
Na penúltima rodada da Série A2, o Rubrão ficou no empate sem gols com a Matonense e adiou o sonho do acesso. No último jogo, o Oeste depende de um empate com o Independente-SP para confirmar a vaga no Paulistão de 2015.

Paraná
Após a eliminação na Copa do Brasil diante do Jacuipense, o técnico Luciano Gusso foi demitido. Em seu lugar ficará Fernando Miguel, que estava atuando como auxiliar técnico no time paranista.

No mercado a principal contratção foi o volante Washington, de 26 anos, que disputou o Campeonato Paulista pelo Penapolense. O jogador foi o terceiro ladrão de bolas do Estadual, com 49 desarmes. Além disso, já estão acertados os zagueiros Rodrigo e Zé Roberto, respectivamente do XV de Piracicaba e Luverdense, além do volante Éder, que estava no São Bento.

Paysandu
Após ser eliminado pelo Remo na Copa Verde, o Papão voltou a sofrer diante do seu rival na decisão do segundo turno do Campeonato Paraense. O Leão venceu por 2 a 1 e garantiu a vaga na decisão diante do Independente-PA, que conquistou o primeiro turno.

Agora, o bicolor terá duas semanas para se preparar para a disputa da Série B, onde estreia diante do Botafogo. Com a confirmação da permanência de Dado Cavalcanti, o clube também acertou com o volante Fahel, de 33 anos, que estava sem clube desde que deixou o Bahia em 2014.

Sampaio
O Tricolor começou a semana com o pé direito, após vencer o Imperatriz por 2 a 1 no primeiro jogo da decisão do Campeonato Maranhense. Agora, o técnico Oliveira Canindé prepara a equipe para o seu primeiro grande desafio na temporada, diante do Palmeiras, pela segunda fase da Copa do Brasil.

No mercado, após o acerto com o atacante Jheimy, o Tricolor ainda não encaminhou outros reforços. Até o momento já são quatro contratados para a disputa da Série B.

Santa Cruz
Com gols de Anderson Aquino e Emerson Santos, o Santa Cruz venceu o Central por 2 a 0 e garantiu a vaga na decisão do Pernambucano. O goleiro Fred, titular desde a lesão de Tiago Costa, comemorou a classificação para a decisão diante do Salgueiro, que eliminou o Sport.

Vitória
Após o empate em 1 a 1 com o Anapolina, que garantiu a classificação do Rubro-Negro para a segunda fase da Copa do Brasil, o time se prepara exclusivamente para a estreia na Série B. Após a saída de Nino Paraíba, Willie, Neto Baiano e Kadu, o lateral Diego Renan foi a novidade no Barradão.

O lateral-esquerdo foi emprestado pelo Cruzeiro até o fim da temporada. Além disso, os jogadores da base estão sendo observados pelo técnico Claudinei Oliveira, que já destacou o atacante Léo Ceará e o lateral Euller, que podem ganhar uma chance durante a Série B.

domingo, 26 de abril de 2015

Sampaio 2x1 Imperatriz: Tricolor aproveita fragilidade do rival e inverte vantagem

Em um jogo que pode ser resumido com um Sampaio carente de precisão na frente e um Imperatriz que apostava nas bolas longas, o Tricolor levou a melhor na primeira final do Campeonato Maranhense. A vitória simples por 2 a 1 deixa o Tubarão a um empate do 33º título do Campeonato Maranhense, enquanto o Cavalo de Aço precisa vencer o jogo de volta para conquistar o seu segundo título Estadual na história.

A defesa do Imperatriz, que foi irregular durante todo o campeonato, novamente comprometeu. O gol da vitória Tricolor veio justamente na insistência da jogada aérea. Pelo lado do Sampaio, assim como faltou precisão na frente, o setor defensivo, por causa da falha no lance do gol imperatrizense, quase colocou em xeque o triunfo no Castelão. O duelo de volta deverá manter o equilíbrio, mas o Imperatriz precisará superar suas limitações para chegar ao título.

A partida começou com a escalação surpreendente de Robert e Rogério no Sampaio. Com estes dois jogadores, Canindé manteve o 4-4-2 tradicional, com Valber e Rogério no meio, enquanto Pimentinha tinha a habitual liberdade pela direita.

Sampaio sobrecarrega o jogo pela direita, principalmente com Pimentinha
O primeiro gol surge após uma falha da zaga do Imperatriz, que não consegue cortar uma jogada do Sampaio, Válber finaliza e Gualberto, na tentativa de tirar a bola, manda para dentro da própria rede. Para responder, o Imperatriz apostava na trinca ofensiva do meio-campo com Otávio na esquerda, Rubens centralizado e Valderrama pela direita, enquanto Chicão respondia pelo ataque.

Sem conseguir trocar passes e com a saída de bola lenta, a solução era a ligação direta. Foi assim, que a bola chegou para Junior Chicão, após a falha de Edvânio e Luiz Otávio, empatar o jogo rapidamente. O desenho do primeiro tempo foi com o Sampaio apostando na velocidade de Pimetinha, que não conseguia chegar com clareza na área do Imperatriz e alguns chutes de fora da área.

Rogério, totalmente apático no jogo, comprometeu a partida. Além de não dar opções no meio-campo, ainda perdeu a boa chance de marcar o segundo do Tricolor no primeiro tempo. No Imperatriz, como dito acima, a esperança era que o time chegasse em um bola longa, já que não tinha velocidade para sair com Valderrama, Otávio, ou os laterais pelo lado do campo.

Na volta para o segundo tempo, Canindé logo colocou Cleitinho no lugar de Rogério. No estilo de jogo, Válber passou a ficar mais centralizado, enquanto Cleitinho era quem tinha mobilidade pela extensão do campo. O Sampaio praticamente passou a atacar sozinho, mas sem efetividade e sempre lançando as bolas para Pimentinha tentar resolver. Robert, atuando sob restrições, pouco fez.

Cleitinho dá mobilidade ao meio-campo do Sampaio nos ataques
O Imperatriz conseguia conter os ataques Tricolores e chegou algumas poucas vezes com perigo nas bolas paradas, principalmente dos escanteios. Fora isso, o Cavalo de Aço tentava atacar com avanços de Valderrama, mas em vão.

A mudança que alterou o estilo do jogo foram as saídas de Válber e Pimentinha, para as entradas de Gil Mineiro e Edgar, deixando o Tricolor em um 4-3-1-2. Cleitinho passou a atuar centralizado, enquanto Gil Mineiro, como um dos volantes pela direita, mas sempre avançando para suprir o espaço deixado por Pimentinha. Apesar disso, nada de gols.

Gil aparece como opção na direita, mas a bola parada decide o jogo
Até que em uma cobrança de falta, a bola chegou para Edvânio que deu a vitória ao Sampaio. Méritos do Tricolor que soube explorar as fragilidades do Cavalo de Aço e inverter a vantagem na decisão, enquanto Saldanha terá trabalho para conseguir velocidade e solidificar o setor defensivo para o jogo de volta, se quiser conquistar o segundo titulo da história do Cavalo de Aço.

sábado, 25 de abril de 2015

Hora da decisão

Válber e Rubens são os principais jogadores na primeira partida da final
Neste domingo Sampaio e Imperatriz iniciam a decisão do Campeonato Maranhense, no estádio Castelão. Em campo estarão dois dos melhores ataques do torneio, assim como as duas piores defesas entre os times classificados para as semifinais do Estadual.

Observando friamente os números, a tendência é de um jogo aberto. O Cavalo de Aço, time que mais balaçou as redes no Campeonato Maranhense, com 23 gols, deverá contar com o trio goleador em campo: Rubens, Cris e Junior Chicão, que são responsáveis 18 dos 23 gols do Alvirrubro, ou seja 78,2%.

Um poder ofensivo que se destacou principalmente nos últimos quatro jogos, com 12 gols marcados e 100% de aproveitamento sob o comando de Vinícius Saldanha. Entretanto, a defesa do Imperatriz é o ponto fraco da equipe. Foram 14 gols sofridos em 10 jogos e somente na penúltima rodada da fase de classificação, a equipe não sofreu teve que buscar a bola dentro de sua própria meta.

Pelo lado do Sampaio, a situação é semelhante. Entretanto, o Tricolor terá o desfalque do seu goleador Robert, artilheiro do Estadual ao lado de Rubens, com sete gols. Quem também está fora é o volante Dudu, o que comprometerá o poder de marcação da equipe.

Outro aspecto que traz preocupação no time é o rendimento nos últimos cinco jogos do Campeonato Maranhense. Foram três empates, uma derrota e apenas uma vitória. Vale lembrar que o Sampaio precisa de pelo menos uma vitória para conquistar o 34º título estadual.

Apesar disso, Canindé deve aposta em uma equipe ofensiva, provavelmente com Raí e Pimentinha atacando pelas laterais, enquanto Geraldo aparece como a referência do time. Dessa forma, Simões pode voltar ao time titular e até mesmo apoiar o meio-campo, que deverá contar apenas com Diones e Curuca com obrigações para fazer a contenção do adversário.

No Imperatriz, Saldanha contará com força máxima e deve repetir o time do último jogo. As apostas, devems seguir no trio Rubens, Cris e Chicão. Entretanto, a lateral-esquerda, com Edson, se apresentou como o setor mais frágil do time, tanto que por lá o São José encontrou o caminho para os seus dois gols no jogo de volta.

Sampaio vs Imperatriz - Football tactics and formations

Com as possíveis escalações, é esperado um Sampaio explorando as laterais, sempre com Pimentinha nas costas de Edson e Raí em cima de Clayton Carioca. O Imperatriz, deverá buscar o jogo apostando em Rubens como elemento surpresa, apesar de contar com Junior Chicão dentro da área e Cris, aparecendo pela esquerda.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

A ridícula tentativa de virada de mesa no Campeonato Maranhense

Quando o Sampaio foi punido com a perda de seis pontos na Copa do Nordeste muita gente lamentou pela punição, por causa da escalação irregular do volante Curuca na primeira rodada. De fato, é sempre melhor que o resultado em campo seja mantido, mas naquele caso foi uma irregularidade prevista pelos regulamentos da competição. O jogador tinha uma punição pendente e entrou em campo sem cumprir: logo jogou irregularmente.

Agora, após três meses após o caso Curuca, uma nova bomba explode nos bastidores do futebol maranhense. Desta vez Santa Quitéria e Moto acusam o São José de ter escalado dois jogadores irregularmente na primeira rodada do Estadual. Os jogadores em questão são o goleiro Joanderson e o meia Wanderson, ambos com início de contrato no dia 30 de janeiro, o último dia útil antes da abertura do Campeonato Maranhense. Acusação, que beira o ridículo.

Para começar vamos à alegação do Moto: segundo a defesa o Rubro-Negro foi rebaixado em 2012 justamente pelo mesmo erro e com a punição o São José perderia a vaga na semifinal e os cruzamentos decisivos passariam a ser Moto x Santa Quitéria e Sampaio x Imperatriz.

O primeiro ponto do argumento do Rubro-Negro em parte está certo. De fato em 2012 o Moto, assim como o Cordino, São José e Sabiá, foi punido pela escalação de jogadores irregulares na primeira rodada do Estadual. Na época a obrigatoriedade da inscrição dos atletas no BID para o Campeonato Maranhense era uma novidade e a diretoria dos quatro times não observou este item.

Como consequência, Moto e Cordino perderam seis pontos, pois venceram os seus jogos na primeira rodada, enquanto São José e Sabiá perderam apenas três, pois perderam na estreia. Caso não houvesse a punição, Imperatriz e Sabiá seriam os rebaixados, com o Cavalo de Aço, que terminou com 18 pontos, ocupando o nono lugar dos rubro-negros que terminaram o torneio com 16 pontos.

Entretanto, a grande diferença para a edição de 2015 é a portaria 001/2015, que foi publicada no dia 30 de janeiro. A FMF publicou a medida por causa da dificuldade dos clubes para regularizarem seus jogadores e deu condição para todos os atleta do Campeonato Maranhense.

Além de dar condições de jogo para todos os atletas relacionados nos anexos, a portaria também anulou, somente para a primeira rodada, o artigo 14 do Campeonato Maranhense. Este artigo diz a respeito dos registros e dos prazos de inscrição. Por causa disso, o segundo argumento dos que defendem uma punição ao São José também é desconstruído.

"Art. 2º - Afastar a incidência tipificada na parte final do artigo 14 do Regulamento Específico do Campeonato Maranhense de Futebol Série "A" de 2015, no que tange a exigência da inclusão do nome dos atletas no Boletim Informativo do Diário Eletrônico (BID-e) da Confederação Brasileira de Futebol, para a primeira rodada da competição a acontecer no dia 01º de fevereiro de 2015."

Segundo Santa Quitéria e Moto, como Joanderson e Wanderson tinham o contrato começando apenas no dia 30 de janeiro, eles não poderiam ser inscritos no dia 29, prazo máximo segundo o regulamento do Estadual. Entretanto, como citado acima, a portaria derrubou este prazo.

Vale lembrar que até o dia 30 de janeiro, apenas Sampaio e Moto registraram, respectivamente, 14 e 13 jogadores no BID, conforme pode ser observado no site da CBF. Ou seja, se punisse algum clube por causa da escalação de jogadores que não estavam no BID, todos os outros times perderiam pontos, inclusive o Moto, que relacionou Cesinha, Felipe Dias, Wanderley, Naoh e Vavá diante do Cordino e tiveram os nomes publicados no BID apenas na segunda-feira.

Quanto aos atletas do São José, que Moto e Santa Quitéria julgam terem atuado de forma irregular, os contratos foram publicados no BID no dia 3 de fevereiro, antes da segunda rodada do Estadual, que foi realizada no dia 8 de fevereiro. Ou seja, na primeira rodada, entraram em campo amparados pela portaria da FMF e na segunda rodada já estavam com o nome no BID.

Infelizmente é uma tentativa de virada de mesa no Campeonato Maranhense e que conta com o apoio de um dos maiores clubes do Estado. Ao que tudo indica o TJD-MA deverá arquivar o caso, uma vez que a própria FMF deu aval para todos os clubes utilizarem os seus jogadores na primeira rodada e posteriormente não houve registro de irregularidade na competição. E que venha a final entre Sampaio e Imperatriz.


O advogado do Moto, Adolfo Testi, solicitou a publicação dos motivos pelos quais o clube acredita na irregularidade. Segue abaixo a nota.

Quero deixar claro que mesmo assim respeito a tua opinião. No entanto, para que os leitores do teu blog possam estar efetivamente bem informados, sugiro que faça um tópico nessa mesma matéria esclarecendo os seguintes fatos:
1) a Resolução da FMF jamais anulou o artigo 14 do Regulamento da Competição. Apenas afastou para a primeira rodada a incidência da parte final do referido artigo, que previa a obrigatoriedade do nome do atleta constar no BID.
2) A infração cometida pelo São José ocorreu diante da afronta ao parágrafo terceiro do artigo 14 (inscrição fora do prazo), e não da parte tornada sem efeito pela FMF na Resolução.
3)A própria Resolução da FMF prevê que compete aos clubes observar as condições regulamentares dos seus jogadores (ou seja, existem outras condições, além da inscrição no BID e AQUI DESTACO A INSCRIÇÃO DOS JOGADORES NO PRAZO PREVISTO NO REGULAMENTO), bem como aventou a possibilidade da FMF encaminhar ao TJD a notícia de infração no caso de jogadores irregulares (ou seja, a própria Resolução admite que isso é possível).
4) Portanto, é COMPLETAMENTE EQUIVOCADA a informação que a Resolução derrubou a previsão do parágrafo terceiro do artigo 14 do Regulamento da competição, que tratou do prazo de inscrição (não observado pelo São José de Ribamar).
5) Um artigo de Lei ou Resolução não pode ser interpretado de forma isolada. A interpretação deve levar em consideração todo o contexto legal.
Com relação a expressão "virada de mesa", tenho como completamente descabida. Espero que o amigo jamais precise buscar o Judiciário para reparar uma lesão sofrida, mas entenda, independentemente disso, que a Constituição Brasileira protege de maneira absoluta a garantia do cidadão de buscar os seus direitos caso violados.
Feitos tais esclarecimento, agradeço antecipadamente porque presumo que sua conduta será de postar tais esclarecimentos na matéria, para o bem da verdade e do bom jornalismo.

Hora de reforçar

Faltam apenas 14 dias para o início da Série B e o Sampaio já deu início ao processo de reformulação do seu elenco. Diferente de 2014, quando tinha uma base que sofria pequenas alterações a cada temporada, neste ano o Tricolor iniciou a temporada com um elenco totalmente novo e com a saída de seus principais jogadores.

Prova de que o time ainda está se adaptando às mudanças é a forma como veio a classificação para as semifinais do Campeonato Maranhense. O Tricolor avançou na quarta colocação com a sua pior campanha dos últimos seis anos. Apresentou altos e baixos no Estadual, principalmente no que diz respeito à intensidade do time.

Canindé iniciou a temporada escalando a equipe em um 4-2-3-1 com Raí e Gil Mineiro como pontas, mas logo teve que mudar a forma do time jogar. Chegou a testar o 4-3-2-1, com Gil Mineiro atuando como volante ao lado de Curuca e Edvânio e chega na reta final do Maranhense com o time jogando no 4-3-1-2 com Válber na frente da trinca de volantes, formada por Dudu, Curuca e Diones, enquanto Pimentinha forma a dupla com Robert.

A variação de formações e escalações mostra o problema que Canindé teve diante do elenco reduzido no início da temporada. Mas o problema não foi somente esse. Técnico novo, elenco novo, naturalmente as dificuldades surgiriam no início do ano. Ao que tudo indica a equipe sofrerá variações entre o 4-3-1-2 e o 4-3-2-1 na temporada.

As variações de sistemas e escalações do Sampaio em 2015 (clique para ampliar)
Os primeiros reforços já começaram a chegar, caso do meia Fábio Lopes, o lateral-direito Bruno Soares, o volante Moisés e o atacante Jheimy. Destes, Bruno Soares e Moisés devem chegar para serem titulares. Vale lembrar que nestes primeiros quatro meses a principal dificuldade do time foi com um primeiro volante. No início da temporada, Edvânio atuou improvisado no setor, até Dudu se firmar na posição, já que Robson Simplício não aguenta jogar durante os 90 minutos. Fábio Lopes e Jheimy devem ser os reservas, respectivamente, de Válber e Robert.

A tendência é que o Sampaio ainda contrate mais dois meio-campistas, que também atuem como pontas, atendendo às necessidades demonstradas por Oliveira Canindé. O certo é que diferente de 2014, quando o time chegou a sonhar com uma vaga no G-4, a segunda temporada na Série B poderá ser um pouco mais complicada.

Com a presença de times mais estruturados, como Botafogo, Vitória e Bahia, o Tricolor dificilmente deve aparecer com tanta frequência entre os primeiros sete colocados. Apesar disso, a tendência é novamente uma campanha intermediária, o que não é desmérito para a equipe. Vale sempre lembrar que há três anos, o time estava saindo da Série D e, em um processo de recuperação, chegou na Série B, onde vai se firmando aos pouco e no futuro poderá até iniciar o torneio sonhando com o acesso para a Série A.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Radar da B: mercado fica intenso e equipes anunciam os primeiros reforços

Faltando duas semanas para o início da Série B, as movimentações no mercado se intensificaram nas equipes. Destaque para os reforços contratados no ABC, Sampaio e Macaé, os mais ativos neste período. No Paysandu e Vitória o movimento é inverso, com a saída de alguns jogadores.

Além disso, o Bragantino confirmou Osmar Loss como o seu quarto técnico na temporada. Nas fases decisivas dos regionais, destaque para Bahia e Ceará, que estão na final da Copa do Nordeste e durante o fim de semana confirmaram a vaga na final, respectivamente, do Baiano e do Cearense.

ABC
O Mais Querido do Rio Grande do Norte venceu o América-RN por 2 a 0 no último sábado e confirmou a conquista do segundo turno do Estadual. Além da conquista, a equipe chegou ao sexto jogo invicta sob o comando de Josué Teixeira e Kayke ampliou sua marca na artilharia, chegando ao 12º gol na competição.

Após a comemoração do título, o time anunciou o retorno do meia Ronaldo Mendes, de 22 anos. O jogador disputou o Campeonato Paulista pela Penapolense e defendeu o ABC na Série B de 2014.

América-MG
Na última semana o Coelho anunciou a contratação do meias Tony e do atacante Marcelo Toscano, que disputaram o Campeonato Paulista, respectivamente, pelo XV de Piraciba e Mirassol. Ambos eram titulares em suas equipes, com destaque para Toscano que marcou 10 gols na Série A2 do Paulistão.

Quem também está na mira do time de Givanildo Oliveira é o lateral-esquerdo Gilson, do Cruzeiro. O atleta defendeu o América-MG em 2014, mas está próximo de um acerto com a Ponte Preta.

Atlético-GO
Dando sequência à reformulação do elenco, o Dragão sabe que não poderá contar mais com o lateral Mateus Muller. O jogador retornará ao Palmeiras e com isso, a diretoria deve ir em busca de um novo atleta para a função.

Após a sequência de jogadores liberados, o Atlético-GO anunciou o retorno do volante Régis, que defendeu o time em 2013. Nos dois últimos anos, o jogador passou pelo futebol japonês, onde defendeu o Nagoya Grampus, e voltou ao Fortaleza no início de 2015, mas com passagem apagada.

Bahia
O Tricolor baiano passou por um susto no domingo. Na semifinal, o Juazeirense chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas com gols de Souza, Maxi Biancucchi e Zé Roberto, o Bahia virou e confirmou a vaga na decisão do Estadual, onde decidirá o título com o Vitória da Conquista.

Antes de voltar as atenções para a briga do título, a equipe de Sérgio Soares se dedica totalmente à Copa do Nordeste. A decisão começa nesta quarta-feira, com o primeiro confronto diante do Ceará na Fonte Nova.

Boa
Após brigar para não cair no Campeonato Mineiro, o Boa amargou a eliminação na primeira fase da Copa do Brasil, diante do Moto. O time de Varginha empatou novamente em 1 a 1 com o time maranhense e na decisão por pênaltis, perdeu por 4 a 3. Apesar disso, destaque para o goleiro Fernando, que defendeu duas cobranças.

Botafogo
Com destaque para Renan, que defendeu duas cobranças de pênalti e ainda marcou quando teve que cobrar a penalidade, o Alvinegro está na decisão do Campeonato Carioca. No tempo normal, o time da Estrela Solitária devolveu o 2 a 1 do primeiro jogo, o que obrigou a decisão nas penalidades.

A equipe de Renê Simões agora se prepara para os dois jogos decisivos do Campeonato Carioca e espera contar com o retorno do goleiro Jefferson, que realiza um tratamento após uma artroscopia no joelho. O jogo que valerá a taça será realizado no dia 3 de maio, cinco dias antes da estreia da equipe na Série B diante do Paysandu.

Bragantino
Após a saída de Vágner Benazzi, que tinha contrato somente até o fim do Paulistão, o Massa Bruta irá em busca do seu quarto treinador na temporada. Apesar da nova troca de treinador, sob o comando do interino Alberto Felix, o Braga venceu o Lajeadense por 1 a 0 e avançou na Copa do Brasil.

Após a classificação, a diretoria confirmou o acerto com o técnico Osmar Loss, que estava nas categorias de base do Corinthians. O treinador chega somente como uma parte da parceria entre os clubes, que ainda envolverá o empréstimo de atletas do Timão ao Massa Bruta. Por outro lado, a equipe tenta devolver o zagueiro Renato Santos, o volante Muralha e o atacante Igor Sartori ao Fla, mas os cariocas não querem o retorno dos atletas.

Ceará
Sem dificuldades, o Vozão venceu o Guarani de Juazeiro por 3 a 0 e confirmou a vaga na decisão do Campeonato Cearense. Agora serão dois jogos contra o Fortaleza na final, que ainda pode ser cancelada por causa do imbróglio do Tricolor do Pici com o TJD-CE.

Entretanto, antes da decisão no Estadual, o Vozão volta as atenções para a final da Copa do Nordeste contra o Bahia. Nos bastidores, o lateral-direito confirmou a proposta do Sport e deve seguir para o Leão ainda no início do ano. Com isso, Roniery, que estava no Botafogo-SP, deve ser confirmado como um dos reforços para a posição.

CRB
Apesar da boa campanha no segundo turno, com apenas duas vitórias, o CRB corre risco de ficar fora das semifinais do Alagoano. A equipe tem 15 pontos e ocupa a terceira colocação do grupo B, com dois pontos a menos que o vice-líder CSE.

Para se classificar, o time do técnico Alexandre Barroso, precisa vencer o Coruripe nesta quarta-feira. Caso conquistem os três pontos, ultrapassam o CSE, que já encerrou sua participação na fase de classificação do returno, e garantem a passagem para as semifinais.

Criciúma
Apesar de Moacir Junior já comandar os trabalhos no Tigre, Luizinho Vieira que comandou a equipe em sua despedida do Campeonato Catarinense. A última partida terminou com nova derrota do Criciúma, dessa vez diante da Chapecoense, por 1 a 0.

Agora, integralmente, sob o comando de Moacir Junior, a equipe se prepara para a estreia na Série B, diante do Mogi Mirim. Antes, o time volta a campo pela Copa do Brasil, onde terá o Bragantino pela frente na segunda fase.

Luverdense
Após a eliminação da Copa Verde diante do Cuiabá, o Luverdense venceu o rival na última rodada da fase de classificação do Estadual. Agora, os comandados de Junior Rocha terão pela frente dois confrontos contra o Ceov para garantir a vaga na decisão.

No mercado, destaque para a contratação do meia Adriano da Matta, de 26 anos. O jogador estava no Goianésia e marcou quatro gols em 14 jogos. Além disso, o time encaminhou o retorno do lateral Paulinho e do atacante Tozin.

Macaé
Com a contratação do meia Vitinho, destaque do Barra Mansa, confirmada, o Macaé voltou aos treinos na última quarta-feira. Serão três semanas de preparação até a estreia na Série B. Entre novidades está o atacante Caíque, de 21 anos, que deve ser emprestado pelo Friburguense.

Além disso, o Botafogo poderá emprestar o meia Lucas Zen e o atacante Murilo ao clube do interior, que também tenta a contratação do atacante Leandrão, de 31 anos. Entre as renovaçõesm destaque para a permanência do meia Fernando Santos, até março de 2016.

Mogi Mirim
Após a chegada do técnico Edinho, o Mogi anunciou o primeiro reforço para a disputa da Série B. O atacante Junior Juazeiro, de 25 anos, que se destacou no Serra Talhada nos dois últimos anos, chega ao Sapão com o retrospecto de 43 jogos disputados e 17 gols marcados pelo time do interior pernambucano.

O Sapo ainda pode perder o zagueiro Wagner, titular desde 2014, e que está na mira do Atlético-PR. As negociações ainda estão sendo realizadas e o clube paulista exige uma compensação financeira. Entre as renovações, destaque para o acerto com o defensor André Luiz e o clube ainda aguarda o aval do Fla para a permanência do volante Val.

Náutico
Após a classificação do time na Copa do Brasil, diante do Brasília, o Náutico foca totalmente na estreia da Série B. Além da chegada do volante Marino e do meia Hiltinho, o Timbu já acertou com o zagueiro Fabiano Eller, que disputou o Campeonato Paulista pelo Red Bull.

Outros possíveis reforços são o volante Willian Magrão, que também estava no Toro Loko, e o zagueiro Thiago Carvalho, que pode ser emprestado pelo Cruzeiro para a disputa da Série B. O lateral Diego Renan, do Cruzeiro, chegou a ser sondado, mas foi descartado após as primeiras conversas com o clube pernambucano.

Oeste
O Rubrão perdeu a chance de disparar na briga pelo acesso no Paulistão e ficou no empate diante do Monte Azul. Apesar disso, com 34 pontos, o Oeste é o vice-líder da Série A2 e pode confirmar o acesso até com uma vitória na próxima rodada.

Paraná
Com a crise no Tricolor paranista, vários jogadores podem deixar a equipe antes do início da Série B. O volante Marcos Guilherme, titular durante o paranaense, já teria um acordo com a Ponte Preta para disputar a Série A.

Além disso, os laterais Netinho e Bruninho treinaram separados do grupo durante a semana, e também podem deixar o clube. Com os salários atrasados, os atletas podem tentar um acordo com a diretoria para facilitar uma possível troca de clube.

Paysandu
O Papão não começou a semana como esperava. Após a derrota por 2 a 0 e a eliminação nos pênaltis, diante do Remo na Copa Verde, a torcida protestou durante os treinos na Curuzu.

Além disso, o meia Araújo, que não teve o rendimento esperado, não terá seu contrato renovado. Para tentar acalmar o ambiente, o time tem pela frente as semifinais no returno do Paraense, diante do Parauapebas, nesta quarta-feira.

Sampaio
O Tricolor encerrou a sequencia de quatro empates no Campeonato Maranhense e venceu o Moto por 3 a 1 no primeiro jogo da semifinal do Estadual. Agora o time pode perder por até um gol de diferença, que garante a vaga na decisão e segue na briga pelo 34º título maranhense em sua história.

No mercado, destaque para a chegada do meia Fábio Lopes, que estava sem clube, e do lateral-direito Bruno Moura e do volante Moisés, que estavam na Penapolense. Os zagueiros Paulo Sérgio e Edimar, que se recuperam de cirurgias no joelho, também já confirmaram o retorno ao clube para a disputa da Série B.

Santa Cruz
Após golear o Central por 4 a 0 na primeira semifinal, o Santa Cruz vai com tranquilidade para a segunda partida. No período de preparação destaque para o retorno do goleiro Tiago Cardoso aos treinos com bola. O jogador passou por uma cirurgia no joelho ainda em 2014 e entrou na reta final de recuperação.

Vitória
Após o empate em 1 a 1 com o Anapolina, que garantiu o time na próxima fase da Copa do Brasil, o Rubro-Negro iniciou a reformulação do elenco. O lateral Nino Paraíba e os atacantes Willie e Neto Baiano foram afastados e estão liberados para buscar um novo clube.

O destino de Nino e Neto Baiano deve ser o Avaí, enquanto Willie ainda busca um novo destino.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Reforços do Sampaio: Bruno Moura e Moisés em números

Bruno Moura
O Sampaio anunciou a contratação do lateral-direito Bruno Moura, de 22 anos, e do volante Moisés, de 24 anos, que disputaram o Campeonato Paulista pelo Linense. A dupla se apresenta no CT José Carlos Macieira na terça-feira.

Bruno Moura apresenta como dado curioso a sua baixa precisão nos cruzamentos. No Campeonato Paulista obteve um aproveitamento de apenas 14,3%, com seis acertos em 42 tentativas.

Em destaque positivo, o índice de desarme do lateral, com 87% de precisão, roubando 20 bolas em 23 tentativas. Além disso, Bruno terminou o campeonato como o terceiro melhor passador do Linense, com 293 acertos e 55 erros.

O volante Moisés chega após terminar o Campeonato Paulista como o terceiro jogador mais faltoso, com 34 infrações. Consequentemente, o atleta foi o mais amarelado do Linense, com cinco punições em 12 jogos, além de receber um cartão vermelho.

O ponto positivo do jogador é sua precisão nos passes, com 88,9% de aproveitamento em 262 passes realizados. Além disso, o jogador chega com o índice de 86,2% de acertos em 29 roubadas de bolas.

Em um rápido comparativo com os atuais titulares da posição, na Série B de 2014, Daniel Damião teve um aproveitamento de 17,2% nos cruzamentos, acertou quatro desarmes e teve 91,8% de aproveitamentos nos passes em oito jogos. O volante Dudu disputou apenas um jogo na última temporada e ganhou a titularidade nos últimos quatro jogos.

Os dois reforços se juntam ao meia Fábio Lopes, primeiro reforço contratado visando a Série B. Além disso, também podem ser regularizados e ficarem a disposição do técnico Oliveira Canindé para a disputa da Copa do Brasil.

domingo, 19 de abril de 2015

Sampaio 3x1 Moto: contra-ataque funciona e Tricolor abre vantagem

Veloz, Pimentinha foi peça chave na virada / Foto: Biné Morais/O Estado
Muita chuva, jogo quase adiado e no fim das contas uma boa partida e uma grande vitória do Sampaio diante do Moto. Assim foi o Superclássico deste domingo, que terminou com a vitória Tricolor por 3 a 1 no Castelão após o forte temporal que atingiu a capital maranhense.

Para o Sampaio a vitória que compensa quem sabe como quer jogar, destacando a arma mais letal da equipe: o contra-ataque. Para o Moto, a derrota que pesa como quem arriscou até onde não deveria, quando manter uma postura mais conservadora seria o caminho ideal. Agora o Tricolor pode perder por até um gol de diferença, que garante a vaga na decisão. O Rubro-Negro terá que correr atrás para não passar o resto da temporada parado.

Com o gramado totalmente encharcado no primeiro tempo, era impossível que as equipes trabalhassem a bola. Alguns até tentaram, mas logo desistiram. Por causa das condições do campo, o início da partida foi desastroso. Entretanto, aos 18 minutos, em um excelente lançamento de Rodrigo, Naoh recebeu na frente, venceu a defesa do Sampaio na corrida e tocou por cima de Milton Raphael para abrir o placar.

A partir dos 20 minutos, o campo passou a ficar em um nível aceitável, mas ainda longe do ideal para a prática de um bom futebol. Mesmo assim, o Sampaio impôs o seu ritmo. Atacava pelas laterais com Gil e Raí subindo, Diones aparecia como elemento surpresa junto com Válber, enquanto Robert e Pimentinha ditavam o ritmo na frente.

Se tocando a bola não tinha como chegar, então o Sampaio explorou o contra-ataque de forma certeira em duas ocasiões pontuais. Primeiro aos 25, com Raí em velocidade na esquerda. O lateral finalizou, Raniere reboteou e a bola sobrou para Pimentinha, que estava livre de marcação abrir o placar. Foi o primeiro erro de Rodrigo no jogo, custou o empate.

No segundo erro do lateral-esquerdo, após um lançamento longo, Pimentinha recebeu a bola na área, teve tempo de pensar, esperar a chegada de Robert e tocar para o atacante, que virou o jogo ainda no primeiro tempo. Dois contra-ataques, dois gols. A precisão sempre mortal aliada com a velocidade.

Ainda no primeiro tempo, Diones, avançando como o elemento surpresa do meio-campo do Sampaio, quase fez o terceiro. O Moto tentava chegar com Pacujá pela direita e Rodrigo pela esquerda, mas em vão. Kléo e Wanderley pouco produziram e o primeiro tempo terminou com vitória parcial do Tricolor, que ainda perdeu Curuca no minuto final.

Com um a menos, inicialmente Canindé optou apenas por recuar Válber, mas logo o time se postou em um 4-4-1, com Edgar na frente. Era a deixa de que a equipe seguiria apostando no contra-ataque. Filinto Holanda mordeu a isca e mandou o Moto ao ataque. Colocou Rayllan, abriu Henrique na direita e deixou Naoh centralizado. Chegava até com sete homens na frente, mas sem perigo.

Até que aos 38, em mais um contra-ataque Tricolor, a bola chegou para Edgar, que arrancou, passou por Luís Fernando, deixou Raniere no chão e só não driblou o gol por que não podia. Terceiro gol do Sampaio, vitória sacramentada e um passo gigante para a decisão do Campeonato Maranhense.

Filinto Holanda pecou por abdicar da postura defensiva de seus laterais e deixá-los com liberdade para atacar. Era exatamente o que Oliveira Canindé queria. Logo, com Pimentinha não foi surpresa ver o jogo acontecer todo nas costas de Rodrigo. Agora, o Moto tentará uma grande recuperação para avançar para a decisão do Campeonato Maranhense, enquanto o Sampaio poderá apostar no contra-ataque para confirmar a vaga na próxima fase.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Semifinais do Campeonato Maranhense

Moto e Sampaio voltam a se enfrentar nas semifinais
Neste sábado começam as semifinais do Campeonato Maranhense, com o Imperatriz enfrentando o São José no Frei Epifânio. No domingo, é a vez do Sampaio encarar  o Moto. Vale lembrar, que por terem melhor campanha na fase de classificação, o Rubro-Negro e o Peixe Pedra jogam por dois empates, ou uma vitória e uma derrota pelo mesmo saldo de gols para garantir a vaga na decisão do Estadual.

Imperatriz x São José

Imperatriz: 4 vitórias, 2 derrotas e 2 empates
Com duas vitórias consecutivas sob o comando de Vinícius Saldanha, o Cavalo de Aço chega embalado nas semifinais. O experiente Rubens, de 30 anos, chega como o artilheiro do time com cinco gols marcados e uma das peças principais do alvirrubro.

Entretanto, no primeiro jogo, Saldanha não contará com o vice-artilheiro Junior Chicão, com três gols, e o meia Diego Valderrama. O ponto de maior preocupação no time é a defesa, que não sofreu gol em apenas um jogo na temporada e terminou com a terceira pior do Maranhense na fase de classificação.

Imperatriz - Football tactics and formations

São José: 4 vitórias, 3 empates e 1 derrota
Comandado por Luís Miguel o Peixe-Pedra conquista a inédita classificação para as semifinais do Maranhense. Geralmente escalado no 3-5-2, o Peixe conta com intenso apoio dos alas no setor ofensivo, enquanto Sandro reveza no auxilio ao sistema defensivo.

O meia Juninho e o atacante Shayllison são a força do time no ataque, respectivamente, com três e quatro gols marcados. Com uma linha defensiva que costuma jogar avançada, os contra golpes podem ser fatais para o Peixe Pedra.

Sao Jose - Football tactics and formations

Sampaio x Moto

Sampaio: 3 vitórias e cinco empates
Artilheiro do Campeonato Maranhense com seis gols e do Tricolor, com 14 gols no ano, Robert é a principal arma do Tricolor em busca do seu 33º título do Campeonato Maranhense. Esse faro de gol do experiente atacante será necessário principalmente na semifinal.

Com a necessidade de vencer pelo menos um dos dois jogos, o Tricolor precisa encerrar a sequência de quatro empates consecutivos no Maranhense. Apesar de ter feito uma boa partida diante do Moto na última rodada, as fracas exibições anteriores ainda geram cobranças ao time.

Sampaio - Football tactics and formations

Moto: 4 vitórias, 3 empates e 1 derrota
O time do técnico Filinto Holanda chega com cinco jogos de invencibilidade na temporada para as semifinais. Além disso, o goleiro Raniere aparece como um dos jogadores-chave da equipe, após defender dois pênaltis na classificação diante do Boa pela Copa do Brasil e está há quatro jogos sem sofrer gols no Estadual.

Com a volta de Rodrigo e Pacujá nas laterais, o time correrá riscos de ceder espaços pelos lados do campo. No setor ofensivo, destaque para o trio Naoh, Kléo e Wanderley, cada um com quatro gols na temporada.

Moto - Football tactics and formations