terça-feira, 13 de agosto de 2013

Moto 3x0 JV Lideral - vitória da movimentação

Com muita movimentação e arriscando de fora da área, o Moto conseguiu vencer a retranca do JV Lideral e garantiu o triunfo por 3 a 0 para assumir a liderança da Série B do Campeonato Maranhense. Destaque para a movimentação dos meias rubro-negros, que foram cruciais para o placar elástico no jogo.

O JV Lideral veio com um 5-3-2 disposto a complicar a vida do Moto. Com a frente da área bloqueada por três zagueiros, apoiados sempre com a dupla de volantes Ítalo e Fagundes, a dupla de ataque do Moto, Kleber e Wescley, que atuavam centralizados, não tinham como furar o bloqueio. Apesar disso conseguiam boas chances, mas com a área interditada, era praticamente impossível chutar.

Com o 5-3-2, JV Lideral tirou os espaços dos atacantes do Moto
Daí a importância da movimentação de Keulson e Jouberth, que se movimentavam bastante. Destaque neste ponto para Jouberth, que avançava para virar ponta, tanto na esquerda e direita, ou ainda ficando centralizado, sendo uma opção a mais. Neste caso, Keulson passou a fazer a movimentação alinhada somente no meio-campo, mas nada de surtir efeito. O jeito foi arriscar de fora da área. E foi assim que Keulson marcou o primeiro gol, além de fazer a jogada do segundo gol, quando a bola foi no travessão e na volta sobrou para Kleber ampliar ainda no primeiro tempo. O muro amarelo sucumbiu.

Além da movimentação de Keulson e Jouberth vale destacar o revezamento dos volantes Marcinho e Gualberto no ataque. O que criava um 4-1-2-3, quando Jouberth estava pelas pontas do ataque rubro-negro, com Wescley e Kleber centralizados.

Para a volta do segundo tempo, o JV Lideral abriu mão dos cinco marcadores para apostar em um 4-4-2 tradicional. Caique, que fazia a função do zagueiro central deu lugar a Naldo, que passou a ser o volante ao lado de Fagundes, enquanto Ítalo saiu para a entrada de Adriano, que agora apoiava o ataque com Rubens.

Moto mantém o 4-4-2 com movimentação dos meias, enquanto o Tator adota o tradicional 4-4-2 para tentar atacar
O Moto manteve seu jeito de jogar, mas tanta movimentação cansou o rubro-negro e o JV Lideral passou a encontrar alguns espaços. Entretanto, uma tentativa de cruzamento de Hugo virou gol. Com o 3x0 no placar para o Moto, o JV Lideral arriou de vez. Não bastasse, Fagundes foi expulso nos minutos finais, a saída recuar Adriano para apoiar a defesa. Não havia tempo para mais nada e a vitória rubro-negra estava garantida.

Um comentário:

  1. Sou Boliviano, mas ficou bacana o gráfico aí
    Jeff

    ResponderExcluir

Podem comentar e criticar a vontade, só peço que respeitem as duas exigências abaixo

-Evitem usar palavrões nos comentários
-Evitem críticas à outros membros da imprensa, exceto ao titular deste blog

Feito isso, certeza que os comentários serão liberados sem nenhuma restrição